Saiba quais são os 4 pilares da educação

16 de novembro de 2016 sem comentários Colégio Flecha Categorias Educação, Ensino Fundamental I, Ensino Fundamental II, Ensino Infantil

A educação é a arte de aprender. Pelo menos é isso que diz os pilares da educação criados pela Unesco em 1999. A ideia vai além disso, na verdade. Educar é o mesmo que trocar experiências, escutar o outro, entender, respeitar. Se continuar por aqui, vai ser um texto só com adjetivos para descrever a importância desse ato para toda a sociedade.

O papel da educação vai além do ensino tradicional. Aliás, o ensino tradicional é a parte menos importante. O que é essencial é a formação do cidadão, uma pessoa que respeita as outras, que não age com ódio contra ninguém, que ama o próximo como a si mesmo.

Veja abaixo quais são os 4 pilares da educação criados pela Unesco e difundido em todos os países que prezam por uma educação de qualidade e que respeite o ser humano acima de qualquer outra coisa.

1. Aprender a ser

O primeiro pilar é o de aprender a ser. Mas ser o quê? Ser você mesmo. A educação tem como dever mostrar para você quem você é de verdade. Ela precisa desenvolver a sua capacidade de se autodescobrir, de se autoconhecer.

A Unesco fala em desenvolver o espírito, o corpo, a responsabilidade pessoal, o sentido estético, a sensibilidade a espiritualidade. Ou seja, o ser humano precisa a partir da educação aprender a se descobrir como uma pessoa boa que é.

2. Aprender a conhecer

Depois de aprender a saber quem é você próprio, a educação precisa te libertar para conhecer o mundo, as outras pessoas, a sociedade em que você vive. É a partir desse conceito que vem o conhecimento, a sabedoria, o entender sobre tudo que está a sua volta.

Esse é o pilar que mostra o principal objetivo da educação que é fazer com que o ser humano conheça o mundo ao seu redor e respeite este meio ambiente. É você ter vontade de descobrir, ter domínio sobre as suas próprias experiências e opiniões, entender como o mundo funciona e o que é preciso fazer para melhorá-lo.

O conhecimento é a base de tudo. É com ele que um país se transforma, que a corrupção acaba, que o preconceito se desfaz e a sociedade se desenvolve.

3. Aprender a viver com os outros

Um dos fundamentos mais bonitos e necessários da educação é ensinar uma pessoa a viver socialmente. Saber conversar, escutar, discutir, entender o outro, agir sem nenhum tipo de preconceito ou discriminação. Isso é papel da educação. Por isso não se pode ensinar uma criança de forma isolada em casa. Ela precisa de contato social, de ter colegas, de conviver socialmente desde cedo.

É assim que se combate os conflitos, as guerras, a falta de empatia, as rivalidades, a competição. É assim que se busca a paz, o amor, o respeito, a compreensão e a gratidão.

4. Aprender a fazer

A educação também precisa ensinar a criança, o adolescente, o jovem, o adulto e também o idoso a fazer. Afinal de contas, sem aprender a trabalhar, ter um próprio ofício, ser um profissional competente e respeitado, não tem como viver no mundo atual.

O trabalho é essencial para se manter vivo, mas também não pode ser tudo na sua vida. Aprender a fazer é também saber quando e quanto fazer. É preciso ter tempo para descansar, para se divertir, para a família e os amigos. O trabalho é apenas uma parte da vida, não pode tomar o todo.

Os pilares da educação precisam ser levados a sério e tomados como regras nas instituições de ensino para que possamos formar cidadãos cada vez mais plenos dos seus direitos e deveres. Compartilhe este texto nas suas redes sociais e mostre para os seus amigos a importância dessas aprendizagens.
 Sterling Moore Jersey